sexta-feira, novembro 28, 2008

Bem que Bandeira falou

Do lado
A padaria mercado

Assava o pão...

Todos passavam
Viam e não viam
O novo adorno
Que enfeitava a calçada

Eu
Criança anestesiada
Vi e não vi

Adormecia ou morria
Rosto colado no chão
Um homem.



" O bicho meu Deus
Era um homem"

1 Fragmento(s):

Sara Albuquerque disse...

Forte! Lembro que este texto de Bandeira, tão 'clichê' para muitos, tocou-me quando li pela primeira vez. Parece que estava me dando conta do fato, ali, naquele momento, sentada em uma cadeira, assistindo à aula de literatura.

É triste. E vocÊ definiu ao ápice. É como se 'víssemos e não víssemos'.

Vc cada vez mais se entrosa com as palavras, de uma forma tão singela, que tenho sustos. =)
Parabéns, Dan!

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner