sexta-feira, novembro 14, 2008

Um brinde!

Vamos brindar ao amor
Simples e não idealizado
Ao amor frágil, jovem, criança incerta
Que brinca de ser mentirinha

Que para os olhos dos outros
Parece ilusão
Parece pressa
Fora de tempo e foco

Ao amor que apesar de incerto
Nunca será ilusão
Para aqueles que o sentem

Ao amor semente
Que de semente
Já é amor.

2 Fragmento(s):

MaxReinert disse...

Amor é amor... não importa o tipo e não importa a hora.

O caso é que alguns amores causam mais sofrimento do que alegria... mais dor do que prazer.

São esses amores também buscados?
Seria isso um amor de verdade? Ou só carência travestida de paixão?

Sara Albuquerque disse...

Amei, querido! =)
Muito bom mesmo!

^^

Aii... esse amor infantil, não idealizado, aceito, simples, sincero é o melhor amor. =]

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner