segunda-feira, maio 18, 2009

Grunhidos

Segunda metade de Abril, 2009
I

Quando protegido não sinto medo
Quando despido o medo é
Mas seja em pêlo ou armadura
Nunca tenho medo de ter medo

II

Não existem verdades
Somente mistério inventado
Metade de um segredo
Três idéias sobre quatro


III

Ainda que visível
Insignificante
Essa é a verdadeira invisibilidade

quinta-feira, maio 07, 2009

Chove



Pés encharcados
A chuva me impede de ir
Onde eu não quero
Mas preciso

Cai sobre mim
Violenta
Para me dar um beijo

Acaricia o meu rosto
Gélida
Eu ao meu ar de vento
Sopro

Cai a chuva e acaricia
Violenta e gélida
Eu a amo.
 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner