sexta-feira, setembro 04, 2009

Sobre o início

Eu estava lá antes mesmo de existir. Antes de qualquer coisa, antes do tempo, antes das invenções. Antes mesmo de haver o Caos, havia a minha essência e não havia nada.

Eu vi tudo acontecer, nada pode sugir do nada e nenhuma coisa pode ter sempre existido. Eu não existia.

Eu vi o homem inventar deuses e Deus, eu vi Deus inventar o homem. E não há ordem nisso, não há cronologia, nem antes nem depois, muito menos aconteceu ao mesmo tempo, pois não havia tempo.

Então existiu o tempo, e foi aí que o mundo começou a girar.

Então eu também existi, eu era somente olhos e sentimento. Eu sentia o mundo e observava qualquer coisa, eu também fui vento quando tudo era tão quente.

Eu já vi bem mais de mil coisas acontecerem de mil formas diferentes, eu já vi demais dos humanos. Já vi como se movem, como são previsíveis.

Então eu cansei de observar, resolvi experimentar a dor de ser concreto.

O mundo não mudou nada, eu vi o ciclo se repetir, o começo e o fim culminam na boca da serpente.

Eu já me acostumei...

1 Fragmento(s):

Taian disse...

Ouroboros, lemniscata, infinito.

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner