domingo, janeiro 02, 2011

Esboço Poético

Ao som dos violinos
Cantantes, Vibrantes
Tecemos nossa valsa
Em sonho

Eu que percorro distâncias
Para unir meus lábios aos teus
Adormeço no vale profundo
De tuas reentrâncias

Um sonho dentro de um sonho
Onde a realidade se perde
Sem erros nem julgamentos
Minha falsa liberdade prevalece

Uma face risonha
Irreal
Permanece em cada pétala
E não há paz.

11 Fragmento(s):

Marcela disse...

Fico sempre feliz quando vejo um comentário seu lá no blog, e acho que nunca te disse. Gosto mesmo de te ver por lá, e do modo como você acrescenta teu ponto de vista ao meu.

Confesso que quando passo por aqui fico boba tbm com teus versos, leio e releio, e invejo um pouco. As poesias nunca se encaixaram no meu modo de escrever, mas combinam muito bem aqui.

Que 2011 seja um ano incrível para nós!
;**

José María Souza Costa disse...

Parabens pelo blogue e pelo poema. Belissimo
Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo Agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Se tiveres tuiter, e desejar, é só deixar que agente segue.
Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

cris belier disse...

Adorei sua visita no primeiro dia do ano!Saudades.
Agora, há coisa dentro do tempo chamada ciclo," no tempo" um ciclo encerrou-se.
E ao encerrar de um ciclo tudo se renova e tendo a certeza que o sol nasce para todos... nasceu pra vc também.
Que você tenha um ano novo daqueles... perfeito, como no seus sonhos!
Um beijo.

cris belier disse...

E e sobre o esboço poético... vc não tá pra brincadeira hein! rs...
Adorei.

Darlan Machado disse...

Bom, sempre fico na esperança de ver algum escrito maior como este, vale a pena arriscar, de vez em quando acerta.
Abraço man.

Ingryd disse...

Lindo sonho. E como criança levada que sou, roubo-te um pedaço,para nele me perder e não mais me achar.s2s2s2s2

Rebeca Postigo disse...

Adoro teus versos!!!
Sempre me fazem colocar a massa cinzenta pra funcionar...
E como sempre me dá boas idéias...
Hehehe...

Bjs

Isa disse...

Seus versos cada vez mais profundos e belos já passam de esboço.

Mulher na Polícia disse...

E o que é sonho ou o que é realidade nessa vida???

Diáfano viver.

Beijo, poetinha...

MAILSON FURTADO disse...

Belo post...

Belo blog!!!

Gostei muito! Parabéns... Voltarei aqui mais vezes...

Convido vc a conhecer meu trabalho (poesia, musica, teatro)

Ficarei feliz demais!
htto://mailsonfurtado.com

Nanda Assis disse...

liindo ameii!!

bjosss...

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner