segunda-feira, fevereiro 28, 2011

Se eu pudesse ser silêncio
E suportar sozinho toda essa voz
Me alimentaria então
Do perfume das rosas
Posto que essas não sentem dor
Pois só há perfume
Enquanto vida.

4 Fragmento(s):

cris belier disse...

Iden!

Daisy-se disse...

Gosto desse silêncio... e do perfume!

Mulher na Polícia disse...

Oi, poetinha!

Você e as rosas... são eternos namorados, né? E o sílêncio sabe disso, mas não conta pra ninguém.

Beijos, querido!
Um bom carnaval pra vc!

Rebeca Postigo disse...

Ah...
Lindos versos...
Amo as rosas por seus perfumes doces e envolventes...

Bjs

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner