sexta-feira, março 11, 2011

Não que deva fazer sentindo




A noite dentro dos olhos
Convida os tolos
À última dança

A valsa dos amores
Se estende ao som das estrelas
Despedaçadas no espaço

O menino e a flauta
Repousam na melodia
Do vento

7 Fragmento(s):

Rebeca Postigo disse...

O sentido não importa...
Palavras são palavras...
Trazem o significado e sentido que quiseres...

Bjs

cris belier disse...

Palavras e canção... e o cenário?
O que quiseres!
Carpe diem.

Daisy-se disse...

A noite, os tolos, os amores, a dança, as estrelas, o vento, a melodia,o menino e a flauta... tudo repousa na alma e na poesia!

The sweet Limon disse...

Pelo menos há uma dança, uma valsa e uma melodia.

Isa disse...

A musicalidade das suas palavras é inexplicável.

Cláudia Gonçalves disse...

Como sempre, LINDO! Voce escreve com maestria.
Parabens!

The sweet Limon disse...

Minha vontade de satisfazer meu ego esvaiu-se no momento em que vi uma atração incessante pelo que não existe.

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner