sábado, outubro 27, 2012

Fome


Eu não sinto sono,apenas fome
Devoro sonhos para nutrir-me de sua matéria
Como um pesadelo devora a esperança
Até que meu corpo seja reflexo onírico
E minha mente possa adormecer em paz

segunda-feira, outubro 22, 2012

Quadrados

Luzes não falam
Ainda que verdes
São só silêncio

segunda-feira, setembro 24, 2012

Viver a rotina é isolar-se tanto quanto manter-se trancado dia após dia.

quinta-feira, agosto 16, 2012

Tomar posse da noite e desamordaçar o desejo, pois o que é sonho e fantansia nem mesmo os deuses podem condenar.

sexta-feira, julho 20, 2012

Mais uma vez sobre flores e olhares

Ainda que meus olhos desejassem passear por ti
Em cada detalhe
Foi o teu olhar a enredar o meu
Assim como o beija-flor busca seu alimento nas flores
Foi o meu olhar a encontrar o teu.

domingo, junho 10, 2012

Passado


Como se eu pudesse ver o universo e suas conexões
Adormeço em estrelas

No centro das constelações sou uma anã negra,
tudo o que você sabe sobre mim é passado.

Do interior à superfície, o espaço.
Tudo o que você vê é passado.

terça-feira, maio 15, 2012

Esbofeteia minha face, mediocridade
Meu reflexo no espelho.

segunda-feira, abril 02, 2012

Fantasma de nuvem
Assombra a noite
Até chover

terça-feira, março 06, 2012

Me ocorreu que algumas tardes são mais belas na lembrança.
 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner