terça-feira, fevereiro 25, 2014

Nix

Na solidão da madrugada
Uma nota congelada
Ecoa constantemente

Todos os olhos me julgam
Todas as bocas opinam
Nada me pertence

Pois que a madrugada é noite
Vou com ela, feito sombra
Esconder-me em seu manto
Longe de tudo que me assombra

quinta-feira, fevereiro 20, 2014

Meio-Dia

Vida ao meio-dia
Como a barriga
Vazia

Acomodar

Frente ao mistério
De tuas costas
Não sou mais que um títere

Nesse momento
Somente me resta
O que não pode ser dito.

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner