domingo, fevereiro 22, 2015

Beir(amar)

O mar em tua boca
Às vezes lagoa
Meu barco à deriva
Meu corpo à toa
Às vezes represa
Meu destino sem fuga
Meu lugar, minha certeza.

0 Fragmento(s):

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner