terça-feira, março 17, 2015

Suspiro

Deu tudo de si
E não teve sorte
Nem mesmo a morte
Soube merecer

E Já no fim de suas forças
Sem voz, com a mente rouca
Decidiu então viver.

0 Fragmento(s):

Postar um comentário

Fragmente-se e comente...

 

3/4 © 2008. Thanks to Blogger Templates | Design By: SkinCorner